Academia Vianense de Letras

Nascida em Viana, no dia 19 de setembro de 1936, Maria do Socorro Sousa Cutrim é a filha primogênita (entre nove irmãos) do casal Nozor Lauro Sousa e Isabel Serejo Sousa.

Aos sete anos, no ano letivo de 1943, iniciou seu aprendizado formal no então Grupo Escolar Estevam Carvalho, concluindo o antigo primário em 1948. No ano seguinte mudou-se para São Luis, a fim de continuar os estudos. Após o curso ginasial foi aprovada no exame admissional para o curso de Magistério no Instituto Educacional Normal, atual Liceu Maranhense.

No final de 1956, aos 20 anos, a jovem concluiu o curso Normal e retornou à cidade natal, dedicando-se então integralmente ao magistério vianense. Nomeada para lecionar no Estevam Carvalho, em 1958, uma década após ter concluído nesta mesma escola o curso primário, a professora Socorro Serejo (como é conhecida na cidade) entrelaçaria assim sua longa trajetória profissional com esta casa que direcionou seus primeiros passos nas letras. Ao todo foram 28 anos de serviços prestados, divididos entre a sala de aula e a diretoria dessa unidade de ensino.

Durante todo esse tempo e principalmente no período que dirigiu o Estevam Carvalho (1965/1986), a professora Socorro Serejo participou de inúmeros seminários, encontros temáticos e cursos diversos, sempre em busca do aprimoramento de seus conhecimentos na área pedagógica.

Sua jornada como professora em Viana, entretanto, não se restringiu somente ao Estevam Carvalho, mas inclui também atuações na extinta Escola Paroquial D. José Delgado, no Ginásio Professor Antonio Lopes (atual Centro de Ensino Dr. José Pereira Gomes), e no Centro de Ensino do 2° Grau N. S. da Conceição, lecionando as disciplinas História Geral e do Brasil, OSPB e ainda Educação Artística.

Entre 1980/1982, Socorro Serejo fez o curso de Pedagogia com especialização em Administração Escolar, pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), no campus da cidade de Caxias. Atualmente aposentada, uma de suas maiores satisfações é identificar seus ex-alunos que hoje exercem profissões destacadas ou ocupam cargos de relevância em Viana, em outras cidades maranhenses e até fora do Estado.

Casada com Edson Everton Cutrim desde 1959, e mãe de seis filhos (Edilene, Ércio, Eleno, Elane, Erciane e Émerson), a professora Maria do Socorro Sousa Cutrim foi eleita com justiça para ocupar a Cadeira n° 30 da Academia Vianense de Letras. Por uma feliz coincidência, sua patrona é a também professora Zeíla Cunha Lauleta, ex-mestra e ex-colega de trabalho no Estevam Carvalho.

Por Luiz Alexandre Raposo