Academia Vianense de Letras

Quais os seus principais projetos para a AVL durante sua gestão?
A Academia Vianense de Letras, ao longo de seus gloriosos 15 anos, segue consolidando o desenvolvimento de atividades básicas e primordiais que defendam a cultura e valorizem o conhecimento. Assume a coragem de abrir-se para o novo, com os ideais da alma e os olhos do coração como ilustrei o meu discurso de posse, citando o inesquecível Águia de Haia na “Oração aos moços”. (Rui Barbosa)
Estamos dando continuidade a uma maior presença social da AVL, na nossa cidade na qual estamos enraizados, no Estado do Maranhão e fora dele. Recentemente representamos a Academia Vianense de Letras no III Encontro Nacional de Cultura Latina do Brasil, nos dias 24 e 25 de março, próximo passado, em Vitória do Espírito Santo, quando fomos distinguida na qualidade de Presidente da AVL, com as seguintes homenagens: Diploma “Personalidade Cultural de Ano de 2017 – Amigo da Sociedade de Cultura Latina”; Diploma com o título de Comendadora Distinção em Educação, da ONG + Amigos da Educação e Clube dos Trovadores Capixabas; e título de Comendadora e a Comenda José de Anchieta 2017 – Grande Benemérita, do Clube dos Trovadores Capixabas – CTC, em reconhecimento ao relevante trabalho desenvolvido em favor da cultura, das artes e das letras.
Temos participado ativamente de eventos culturais de interesse do nosso município. E hoje integramos os quadros da Sociedade de Cultura Latina do Maranhão – SCLMA.
Construímos um plano de ações culturais a serem desenvolvidas no biênio, o qual não se esgota em si mesmo, mas constitui um início de uma grande jornada de trabalho em prol da cultura e das nossas tradições.
Nossos projetos contemplam as seguintes ações: aquisição da sede própria da AVL; praça literária; sarau poético e sarau musical; curso de história de Viana; palestras em escolas públicas e privadas sobre os nossos patronos; lançamento de obras literárias dos acadêmicos da AVL; instituição e concessão do Troféu Professora Edith Nair aos professores da Língua Portuguesa, Literatura e áreas afins que executaram projetos relevantes nas escolas de Viana; criação da Academia Vianense de Letras Juvenil, estes dois últimos já aprovados e em fase de regulamentação pela Diretoria, além do Programa Momento Literário – AVL em parceria cultural com a Rádio FM Maracu, já no ar desde 28/01/2017.

Quais as atividades planejadas especificamente para 2017, quando a AVL comemora seu 15° ano de fundação?
Assumimos a Presidência com o difícil e digno dever de conduzir um ano em que celebramos os 15 anos de fundação da AVL.
As comemorações se estenderão por todo o ano de 2017, oferecendo ao nosso Município a realização de diversas atividades que contemplarão as múltiplas manifestações culturais.
São as seguintes atividades comemorativas a serem realizadas durante o ano de 2017: 1. A Sessão comemorativa a realizar-se no dia 27 de maio, próximo, na cidade de Viana; 2. Lançamento de várias obras literárias; 3. Lançamento do Troféu Edith Nair; 4. Apresentação da Academia Vianense de Letras Juvenil – AVLJ; 5. Praça Literária; 6. Homenagens a vianenses que contribuíram para o desenvolvimento da nossa cidade e região, nas diversas áreas potenciais do município.
Todos juntos queremos celebrar os 15 anos da Academia Vianense de Letras em sintonia com a sociedade, que nos desafia a realizar ações dentro de um propósito pedagógico, cultural e político.

Até o presente momento, a AVL não dispõe de uma sede própria, mesmo tendo as Diretorias anteriores se esforçado junto às Administrações Públicas Municipais, para que um prédio lhe fosse destinado para tal finalidade. O que a nova administração pretende fazer para levar a contento tal objetivo, considerando ser a AVL uma instituição a serviço da cultura local e regional?
Recebemos a Academia com a missão importante de dar continuidade à luta pela aquisição da Sede própria, uma reivindicação que vem desde a sua criação.
Sabemos que são muitos os obstáculos a serem ultrapassados. Primeiro, a AVL não possui receita própria para essa aquisição, tanto que, até o presente momento, a AVL não teve como tornar realidade essa meta. Segundo, estamos em construção de parceria institucional com o poder público, Executivo municipal, que já recebeu nosso pleito, em uma visita oficial que fizemos ao Sr. Prefeito Municipal Magrado Barros e à Câmara Municipal, presidida pelo Vereador Walter Serra. Entretanto, não prescindimos também dos munícipes na busca dessa realização, que só beneficiará a cidade, escritores, professores, estudantes, poetas e os demais atores da cultura vianense e da região.
Estamos cientes das dificuldades a serem vencidas, mas acreditamos que essa parceria da AVL com a Prefeitura Municipal de Viana poderá prosperar, e, em breve, tornar realidade a sede própria, na nossa visão otimista, em especial na minha como Presidente e mulher, que tem sonhos e acredita na possibilidade de realizá-los.

A perda gradativa do hábito da leitura é um problema nacional que nas três últimas décadas vem afligindo os educadores de todo o país. Com o advento da Internet esse problema se agravou. No Maranhão e, em particular, em Viana, o desinteresse pela leitura é perceptível. O nosso próprio jornal O Renascer Vianense é muito pouco lido na cidade. O que a AVL poderá fazer para incentivar o leitor vianense a se interessar pela leitura do O Renascer Vianense?
Voltados para o futuro e recuperação da cidadania, daremos especial atenção a projetos de formação de novos leitores e apoio a espaços onde se incentive a literatura nacional e local, e assim o faremos com critério e sensibilização, inclusive, do poder público municipal para esse desiderato.
A língua e a literatura exigem de todos nós o bom combate. Faz-se oportuno e pertinente reafirmar a sua importância.
O texto literário ajuda as pessoas a organizar o seu universo cultural. Possibilita-nos conhecer a nós mesmos, ao mundo que nos cerca, a nossa relação com o mundo e com o outro. E mais: que o escritor é testemunha do seu tempo e que a literatura interpreta o presente, restaura emocionalmente o passado, possibilita projeção do futuro, contribuindo para a formação da cidadania.
Viana produziu filhos ilustres com destaque no cenário político e cultural do Maranhão e do Brasil.
E dentro dessa tradição cultural é que a AVL se propõe a defender, fomentar e promover novos vultos da cultura vianense e da região, em todas as suas manifestações, independentemente de preferências políticas, religiosas ou filosóficas.
E nada mais impulsionador para a elevação do saber do que o hábito da boa leitura.
Assim, através de atividades diversas, como já elencadas anteriormente, e outras a serem estabelecidas em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, a Coordenação da Cultura e com a Biblioteca Pública Municipal, tentaremos incentivar a leitura. Também daremos continuidade à impressão e distribuição do jornal O Renascer Vianense, em maior número de exemplares, e, desse modo, ampliar o número de leitores, bem como a sua divulgação no programa da Rádio FM Maracu, “Momento Literário AVL”.
Por outro lado, é gratificante sabermos que o nosso site está sendo bastante visitado pelos vianenses já contando com mais de um milhão de acessos até o presente momento. Isto é uma radiografia de que esse quadro já está mudando, pois o nosso jornal está disponibilizado no próprio site da AVL, para acesso a todos. (www.avlma.com.br)

Embora a inclusão do ensino da disciplina “História de Viana”, nas salas de aulas seja lei municipal desde os anos 90, nunca foi implementada. Depois da fundação da AVL, várias obras sobre o município foram republicadas, além das inúmeras matérias que poderão ser consultadas no Jornal Renascer e no nosso site. No entanto, o ensino da “História de Viana” continua ausente nas escolas municipais. Como a AVL poderá contribuir para a efetividade dessa lei municipal?
Trata-se de uma política pública de educação de interesse local. Nós, da diretoria da AVL, em visita à Câmara Municipal, conversamos com os senhores vereadores a respeito dessa lei, e pedimos o apoio deles para, junto ao poder executivo, fazer a implementação dessa política pública de inclusão da disciplina “História de Viana” na grade curricular das escolas públicas municipais de Viana.
Ainda agendaremos uma reunião com o Prefeito Municipal e o Secretário de Educação Municipal para fomentarmos a importância do cumprimento dessa lei municipal.
Porém, supletivamente, integramos ao nosso plano de ação, a ser executado pela AVL, o curso de História de Viana, a partir do mês de agosto, bem como palestras dos acadêmicos a serem ministradas nas escolas públicas e privadas; e pretendemos fazer dentro de um planejamento conjunto com a Secretaria Municipal de Educação. É o que a AVL, dentro de sua missão estatutária, pode fomentar, de forma respeitosa e em harmonia com os diversos poderes do município.