Academia Vianense de Letras

História de um menino pobre” é a autobiografia do médico Salvio de Sousa Mendonça, nascido em 1892. Vivendo numa época em que alcançar uma Universidade era um sonho quase impossível de se concretizar, o livro narra as lutas e dificuldades enfrentadas pelo jovem vianense, a fim de poder graduar-se em Medicina pela antiga Faculdade da Bahia. 

Além de registrar a brilhante trajetória profissional do médico vianense no Rio de Janeiro, cidade onde se radicou, esta obra tem o grande mérito de registrar também o modo de vida, as tradições e os personagens marcantes de Viana, no início do século 20. 

Pelas páginas do livro, desfilam cenários fascinantes de um município ainda cercado por “matas seculares” de rica biodiversidade, os métodos rústicos de caça e pesca, o candomblé de fortes raízes africanas do povoado quilombola São Cristóvão, e as famosas festas religiosas de largo hoje não mais existentes na cidade. 

Editado pela primeira vez no Rio de Janeiro, em 1963, esta obra mereceu sua 2ª edição, sob os auspícios da Academia Vianense de Letras, em 2004, pela sua grande importância para a preservação da memória desta cidade de quase três séculos de existência.