Academia Vianense de Letras

Monumento dos mais significativos da história desta cidade, a pia batismal da Igreja Matriz (atual Catedral de Nossa Senhora da Conceição) resiste ao tempo e é testemunha significativa da caminhada cristã da comunidade católica vianense.

Desconhece-se a data de sua inauguração, mas sabe-se que esta pia centenária já se encontrava aqui, muito antes do templo sofrer a primeira restauração em 1897, pelo padre José Hemetério.

Neste sagrado vaso de mármore, sob as mãos e bênçãos de inúmeros sacerdotes, gerações e mais gerações de vianenses receberam o sacramento do batismo. Meninos e meninas de todas as épocas aqui se tornaram cristãos e aqui receberam um nome com o qual se identificariam por toda a vida. Sem falar nos casais que serviram de padrinhos e que, neste mesmo local, também abençoaram pela primeira vez seus afilhados.

Dos homens mais ilustres, como Celso Magalhães, Antônio Lopes e Raimundo Lopes, aos mais humildes e anônimos pescadores desta terra, todos, um dia, tiveram suas pequeninas frontes banhadas pela água benta deste vaso, num ritual de profissão de fé que os tornava iguais perante a Igreja e a sociedade, fazendo crescer cada vez mais o rebanho católico vianense.