Academia Vianense de Letras

A construção do Poço do Pará remonta há quase três séculos, quando da chegada dos primeiros colonizadores a Viana. Por situar-se no local onde se iniciava a estrada que ligava o Maranhão ao Pará, recebeu a denominação “Poço do Pará”, denominação esta conservada até os dias atuais.

Conforme atesta o professor Antônio Lopes, “... o Caminho Grande nada mais era, na sua origem, do que a estrada que os jesuítas abriram para atravessar a região entre o Pindaré, o Turiaçu e o Gurupi, visando chegar ao Pará ou à região aurífera dos limites desse Estado com o Maranhão. Sobre esta estrada há referências em documentos e crônicas dos tempos coloniais, principalmente jesuíticos.”

Segundo Cesar Augusto Marques em seu Dicionário Histórico-Geográfico da Província do Maranhão (3ª ed. - São Luís: AML, 2008. p.294), muitos vianenses antigos afirmavam que, outrora, o Caminho Grande se chamava Estrada da Companhia, o que é uma clara reminiscência dos jesuítas, fundadores da aldeia de Nossa Senhora da Conceição do Maracu.

Mas, independente de sua importância histórica, o poço do Pará até algumas décadas atrás também era uma das principais fontes de água potável para a população vianense, haja vista as centenas de poços então existentes na cidade (cada residência possuía um poço em seu quintal) nunca terem produzido água de boa qualidade para dessedentação humana.

Certamente pela proximidade do município com o litoral (menos de 100 km em linha reta), nossos mananciais hídricos subterrâneos sempre produziram água salobra que servia apenas para usos domésticos (cozinha, banho, lavagem de roupas, etc.), e para a dessedentação animal. Desse modo, nos dois últimos séculos, além do poço do Pará, outros dois poços (Mousinha e Ciroula) também forneceram água de boa qualidade para matar a sede da população.

O Poço do Pará, portanto, é um monumento que não pode ser afastado de nossa memória, já que faz parte de nossa história e de nossa cultura.

Para maiores informações, veja a matéria “Poço do Pará” no link Cultura, História e Meio Ambiente.